ALTOMIDIA

ALTOMIDIA

HOME

sexta-feira, 16 de maio de 2014

PROGRAMAÇÃO CONTRA ABUSO INFANTIL CONTINUA EM ALTO DO RODRIGUES, E HOJE FOI A VEZ DA CRIANÇADA DO BAIRRO SÃO FRANCISCO RECEBER A CARAVANA DA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL


18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, com o objetivo de sensibilizar e mobilizar a sociedade para enfrentar a problemática. Em Alto do Rodrigues, várias atividades alusivas à data estão sendo promovidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Hoje foi a vez da criançada do bairro São Francisco receberem a equipe da Ação Social, foram várias brincadeiras e brinquedos pra criançada, além de peças teatrais, oficinas de pintura, picolé, algodão doce, pipocas e até cortes de cabelos.

A ação contou com cortes de cabelos onde a criançada aproveitou para dar um trato na beleza.


O que eles queriam mesmo era brincar, diversos pula-pula foi alugado pela prefeitura municipal.



As brincadeiras também acontecia na praça da criança ao lado da quadra municipal.

Oficinas de pintura, foi uma das ações mais procuradas pela criançada.


Ao final todas as artes e desenhos foram expostos em mural montado na quadra.

Enquanto a criançada  se divertia as tias distribuía algodão doce, picolé, pipocas e água mineral aos jovens talentos do bairro São Francisco.



Jovens da igreja Assembleia de Deus no centro e no bairro, apresentaram uma ótima peça teatral com tema "Não Toque", a peça mostrava a vida de uma jovem que teve a curiosidade de tocar nas drogas e quase não se livrava do vicio até que de repente apareceu um jovem e mostrou Jesus como único caminho a livrar a juventude e o adolescente das drogas.



Diversas faixas estiveram fixadas na quadra, para chamar atenção da comunidade.


A criançada também ganhou camisetas ao responderem perguntas em alusão o dia 18 de maio.




Secretária Francleide Campos ao lado da criançada exibindo seus mais lindos e belos talentos.


De 13 a 18 de maio é realizada a Semana do Brincar e Fazer o Bem Prevenção à Violência contra Crianças e Adolescentes. Conforme explica Francleide Campos, Secretária de Assistência Social, "através da brincadeira a criança desenvolve o pensamento, tem a possibilidade de interpretar o mundo que a cerca e de interagir com ele. A brincadeira ensina como partilhar, tolerar, compreender e se comportar diante de outras pessoas, e é uma oportunidade para descobrir vocações e talentos" disse Francleide.



A secretária disse ainda que Para fazer o bem basta oportunizar à criança brincadeiras saudáveis, apropriadas à sua fase de desenvolvimento, a criança aprende através dos exemplos adultos com quem convive. A orientação é para que os pais sejam acessíveis para que os filhos tenham confiança em expor o que lhes angustia, que ensinem a criança a dizer não e a procurar ajuda quando se sentir ameaçada ou invadida em sua sexualidade.
Os pais devem educar sem usar a violência. Bater, xingar e humilhar são formas de violência que trazem consequências negativas, como agressividade, revolta, insegurança, medo e timidez. Um dos piores crimes que o adulto pode cometer contra a criança ou adolescente é o abuso sexual, que não é só o estupro; expor crianças e adolescentes a material pornográfico, mostrar os órgãos genitais, passar a mão no corpo deles também são formas de abuso.
Nem sempre a violência deixa marcas no corpo. Por isso, os pais ou responsáveis são orientados a ficar atentos aos sinais no comportamento da criança ou adolescente. As marcas da violência sofrida na infância aparecem em forma de mais violência, vícios, depressão, dificuldades de aprendizagem e  outros problemas.
Por fim, deve-se denunciar qualquer forma de violência contra crianças e adolescentes através dos telefones 100, 0800-643-4041, ou ligue para o conselho municipal 3523 2297.