ALTOMIDIA

ALTOMIDIA

HOME

quinta-feira, 22 de maio de 2014

VEREADOR NIXON BARACHO REBATE ACUSAÇÕES INFUNDADAS SOBRE O CORTE DE TERRAS



Na manhã desta quarta-feira, na sessão ordinária da Câmara Municipal, o vereador Nixon Baracho (DEM) rebateu acusações falsas sobre o número de pessoas que foram beneficiados com o corte de terras no município, divulgado pela rádio "comunitária" do município. A acusação era de que o atual governo estava superfaturando a ação do corte de terras. Como conselheiro da agricultura, representando a Câmara e não seria conivente com erro. Nixon também enalteceu a harmonia entre os colegas da Câmara, mas pede cautela à oposição, quando for denunciar ou acusar, fazer isso baseado na verdade dos fatos.

Nixon mostrou um requerimento, de autoria da então vereadora Dôra que solicitava da prefeitura, o nome dos beneficiários do corte de terras em 2010/2011. O requerimento foi aprovado por unanimidade e até hoje, o ex-gestor não mandou a relação. Nixon disse que o ex-gestor, nunca mandou informação solicitada pela Câmara, "nem para os vereadores que faziam parte da sua bancada, tinha as informações necessárias", frisou Nixon

Na gestão "do dono do mundo", foram "beneficiados" em 2012, 742 proprietários de terra e uma conta bem simples daria 2.900 horas. Já o contrato assinado pelo ex-prefeito no ano de 2012, ano que não choveu, contratou 3.900 horas e ainda aditivou mais 975 horas (25% em torno de R$ 70 mil) em cima do valor de R$ 279 mil 

"Pra quê tanta terra cortada, se não choveu?" questiona o vereador Nixon e completa "deve ser para plantar dinheiro", ironiza

Nixon disse que tem a relação de todos os beneficiários de 2012 e dos dois últimos anos (2013/2014) e se os colegas quiserem pode ir visitar todos os beneficiários deste governo (704 proprietários de terras) e depois visita os 742 proprietários do ano que não choveu (2012), para saber se pelo menos a metade foram beneficiados. Para Nixon, trabalho de oposição se faz mostrando documentos, para agredir e acusar sem fundamento, o vereador vai se defender.

Se querem denunciar, vamos juntos.