Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 17, 2011
Imagem
Imagem
Justiça proíbe prefeito de promover imagem pessoal com dinheiro público









Foto é o retrato da prepotênciaO prefeito Luiz Cavalcante, do PSB de Carnaubais, andou levando mais um puxão de orelha da Promotoria Pública. Dessa vez por um erro primário. Ou seja, mandou estampar um suntuoso banner na parede da prefeitura, na qual ele desfila ao lado da esposa e vereadores. Não demorou e teve de arrancar por determinação da justiça. Em tempo: O blog faz uma ressalva: Como custou dinheiro público, o gestor deveria ressarcir o valor ao erário municipal. E mais; esta imagem vem sendo usada em várias peças publicitárias da administração. E aí?
Petrobras firma compromisso com o IDEMA para tratamento ambiental

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) por meio do diretor geral do órgão, Gustavo Szilagyi, assinou nesta sexta-feira (16) um Termo de Compromisso junto à Petrobras. Nele, a empresa petrolífera compromete-se a tratar, no prazo de quatro anos, um passivo ambiental estimado em 300 mil toneladas de resíduos das Centrais de Canto do Amaro, Dique Mãe de Canto do Amaro, Lorena, Estreito e Salina Cristal.

De acordo com o termo firmado, a Petrobras deve manter o tratamento, aproveitamento e a disposição dos resíduos estocados nas Centrais em vazão equivalente a 80 mil toneladas por ano, até a sua completa remoção e emprego sob uma das formas autorizadas pelo documento, que aponta as seguintes tecnologias: aproveitamento, tratamento térmico por incineração ou co-processamento, disposição, entre outras.

Ao final da remoção total do passivo acumulado nestas Centrais e …
PRF prende trio fazendo caça ilegal no interior do RN

Agentes da Polícia Rodoviária Federal prenderam na sexta-feira três homens acusados de fazer caça ilegal de animais silvestres no município de Ipanguaçu. O trio foi preso às margens da RN-118.
Dois foram presos com espingardas e animais silvestres mortos dentro de uma bolsa. Em seguida o terceiro suspeito foi preso com uma espingarda com 16 munições.
Os três caçadores foram conduzidos para a delegacia regional em Mossoró e presos em flagrante, por porte ilegal de arma de fogo "artigo12" e por caça de animais silvestres "artigo 28, da constituição federal.